Como treinar seu gato e estreitar a relação pet-tutor

Tem como treinar seu gato? Essa é uma dúvida comum de muitos tutores que acreditam que os gatinhos não são adestráveis. Já venho com a resposta de antemão que: sim, é possível treinar seu gato.

É um processo que demanda paciência e sensibilidade do dono. Não é para estressar nem causar desgaste na relação, visto que o adestramento é justamente uma alternativa para reforçar o vínculo.

Ótimo para melhorar a comunicação e estabelecer alguns limites do que seu gatinho não pode fazer. É também uma opção para quem quer ensinar alguns truques divertidos, criando um momento de trocas e uma conexão mais forte com o crush pet.

Se tiver um gato muito estressado, dá uma passada no nosso post de como acalmar um gato antes de continuar nesse.

Se você tem interesse em descobrir como treinar seu gato, é só continuar com a gente. Falaremos 5 dicas necessárias para isso e um extra. Sendo elas:

  • Compreender
  • Paciência
  • Reforço positivo
  • Desfazer comportamentos
  • Sem punição
  • [Extra] Conteúdos

Você vai ver que não tem mistério e sair daqui querendo logo dar conta de como treinar seu gato.

Como treinar seu gato – 5 dicas + Extra

1- Compreender

O primeiro passo de como treinar seu gato é compreender seu amiguinho. Como já falamos, o adestramento trata-se de uma forma de reforçar os vínculos e melhorar o relacionamento.

Então para fazer de um jeito que seja confortável tanto para ele quanto para você, é importante conhecer bem a personalidade do seu pet. Além disso, tentar entender o que é que ele gosta e o que não gosta para entender seus comportamentos e reações.

Se seu nenê anda mordendo muito, por exemplo, isso pode ser uma resposta dele a algum nível de estresse felino. Sua casa possui muitas opções de brinquedos? Você passa um certo tempinho com ele? Como é a ambientação e a convivência?

Saber também o quanto seu pet se mantém interessado ajuda a sacar quanto tempo vai durar a sessão de treinamento. Lembre de não forçar nada para não se tornar algo chato e dar efeito negativo.

Uma boa dica é ler nossa publicação de tipos de miados de gato. Ter essa noção geral vai ajudar que você compreenda melhor ele, conseguindo melhorar a interpretação do que ele quer e a comunicação.

2- Paciência

O segundo ponto para se ter em mente de como treinar seu gato é: paciência. Não adianta você querer ensinar tudo de uma vez em um curto espaço de tempo.

Provavelmente você só irá se frustrar e deixar seu bichinho nervoso. O treinamento é um processo, cada dia você tenta um pouquinho até se criar o comportamento desejado.

É também uma situação de troca e comunicação. É sobre entender as ações de seu pet e saber como expressar para ele o que você espera que ele faça. Isso demanda um tempinho até ficar afinado.

Então, mais uma vez, evite estresse e desgaste. Faça um pouquinho por dia e torne em um hábito. Lembre também que é para ser algo gostoso para ambos, então vá com calma.

3- Reforço Positivo

A melhor técnica de como treinar seu gato é o reforço positivo. Como isso funciona? Simples: quando ele fizer algo que você gosta, recompense com algum agradinho.

Para isso, voltamos a primeira dica: compreender seu pet é também sobre conhecer seus gostos e saber o que é que ele gosta. Então é para recompensá-lo com algum petisco que seja do seu agrado, ou então com muito carinho e tratando ele de forma querida.

Só tome cuidado para não acabar dando petisco demais para ele. Lembre que a saúde vem em primeiro lugar. Caso os industrializados sejam muito negativos, uma alternativa é fazer petiscos caseiros para gatos. Opção deliciosa e mais saudável!

Bom, agora vamos para exemplos práticos? Vamos deixar aqui dois truques básicos que são possíveis de ensinar com o reforço positivo:

1- Sentar

  • Pegue um petisco e chame a atenção do gato para ele
  • Abaixe o petisco até que o gato sente
  • Quando isso rolar, diga “senta” e dê o petisco para ele
  • Dê muito carinho e parabéns para o fofinho
  • Repita algumas vezes até o comando funcionar sem precisar do petisco

2- High Five

  • Pegue o petisco e atraia o fofinho
  • Coloque o agradinho um pouco acima da cabeça do gato
  • Ele vai levantar a pata para pegar
  • Coloque sua mão na patinha dele e diga “a pata” ou “dá a pata”
  • Dê o petisco e faça carinho o elogiando e parabenizando
  • Repita até ele obedecer o comando sem precisar de petisco

São dois exemplos bases para você ter uma ideia de como funciona a lógica do reforço positivo. Teste com o seu gatinho e se divirtam!

4- Desfazer Comportamentos

Nossa quarta dica desse guia de como treinar seu gato é sobre desfazer comportamentos. Se você clicou aqui para descobrir como fazer seu gatinho parar de subir na pia ou parar de arranhar móveis, essa é a dica que precisa.

É importante entender que, muitas vezes, quando seu bichano faz alguma coisa dessas, ele quer atenção. Quando você fala “não” com ele ou fica dando bronca, de certa forma você está entregando o que ele deseja.

Então o ideal é que você não conduza dessa forma. Assim ele entende que não é fazendo o que você não quer que ele ganha sua atenção.

Uma dica é distraí-lo quando ele fizer algo que você não queira que ele faça. Por exemplo, toda vez que ele arranhar o sofá você faz um som agudo e incomum do tipo “WHOA” e bate palma. 

Ele vai parar de fazer o que está fazendo, prestar atenção em você e não será algo que vai estressá-lo.

Aqui, retornamos também a primeira dica sobre compreensão do bichano. Certos hábitos inapropriados podem estar acontecendo porque falta algo para ele. 

Sua casa é um ambiente gatificado? Você possui arranhador, para ele parar de descontar no sofá? Existem brinquedos que podem distraí-lo? Você está dando a atenção suficiente para o pet?

Tudo isso influencia nesses comportamentos. Entender a raíz do problema vai te ajudar a controlar melhor a situação e treinar seu gato de um jeito que não seja traumático para ele.

Se quiser saber o que fazer para o gato não arranhar o sofá, confira nosso conteúdo completo. É um guia prático que vai te ajudar a lidar com a situação da melhor forma possível.

5- Sem Punição

Essa é a dica específica e essencial para qualquer tutor. Se você quer saber como treinar seu gato, é extremamente necessário ter em mente que não se deve punir ele.

Não é um tratamento eficaz para o pet, além de deixá-lo extremamente assustado e estressado. Pode piorar a relação entre vocês e causar pânico ou até mesmo ansiedade nele.

Além de ser um desgaste no laço entre vocês, isso também pode acarretar em futuros problemas de saúde. Gatos são animaizinhos extremamente apegados e sensíveis, situações traumáticas e muito agressivas afetam muito eles.

Lembre que você está lidando com um bichinho. O racional da relação é você, então você deve educá-lo e punir não é o caminho. Assim você apenas o assusta, sem que ele entenda exatamente o que está acontecendo.

Compreensão, paciência e reforço positivo são os pilares de como treinar seu gato. Desfazer comportamentos específicos deriva do entendimento e jogo de cintura para ensinar.

6- [Extra] Conteúdos

Agora nosso tópico extra com dicas de conteúdos para você que quer saber como treinar seu gato conferir. Alguns canais no YouTube podem te ajudar nesse processo, vale a pena ficar de olho.

Se você curte adestramento, vale conferir nosso conteúdo com uma lista de cursos de adestramento para cachorros online. 

Sabemos que cachorros e gatos são bem diferentes de personalidade e jeito, mas a ideia de como funciona a prática é similar, então talvez te ajude.

Por fim, reforçamos a dica que já demos ali em cima sobre os petiscos caseiros para gatos. Nesse link você pode adquirir um e-book com 40 receitas saudáveis saborosas para os felinos.

Um caminho saudável para te ajudar no processo de como treinar seu gato. Para mais informações, só vir aqui 😉

Aprendeu os pilares de como treinar seu gato?

Salve a página para voltar sempre que precisar e não perder essas dicas valiosas. Não deixe também de dar uma checada no e-book de petiscos caseiros para gatos, aposto que seu crush pet vai amar o mimo.

Se você curtir essa vibe mais caseira, dá um pulo também no nosso conteúdo sobre como fazer alimentação natural para gatos.Lá você descobre como funciona essa forma de nutrição do seu pet e avalia se vale ou não a pena estabelecer para o seu <3

Crush Pets
  • Crush Pets é um Blog para todos os amantes de Pets. Seja cachorro, gato, tartaruga, furão, peixe... tanto faz! Aqui juntamos a comunidade e falamos sobre como cuidar dos animais que amamos 😉

ARTIGOS RELACIONADOS

POSTS FRESQUINHOS