[Guia] Alimentação para gatos filhotes: o que dar e como proceder

Ganhou um novo membro felino na família, mas não sabe como é a alimentação para gatos filhotes? Com esse guia você fica sabendo tudo sobre como proceder na situação e até mesmo o que dar para alimentar um gato recém nascido.

Filhotes de gatos são muito fofinhos e é sempre uma alegria a chegada de um novo. Só que de início você pode ficar meio perdido em como lidar com a situação, principalmente se for um gateiro de primeira viagem.

Existem diversos cenários que você pode se encaixar. Seja porque sua gatinha vai dar cria, resgatou algum recém nascido na rua ou por adotar mesmo. Para atender todas as situações, fizemos um guia completo de alimentação para gatos filhotes.

Neste guia você confere desde qual alimento dar para filhote de gato até como dar comida para gato filhote. Então é só seguir com a gente 🙂

Só uma ressalva: não temos a intenção de substituir a palavra de um veterinário. Em qualquer caso, o ideal é ter um acompanhamento profissional de cara. O post é apenas um auxílio complementar para você nesse momento.

Já que você está com um gatinho novo, precisa dar uma olhada no nosso conteúdo sobre como brincar com gato filhote. Se você quer bem estar e saúde para o bichinho, é essencial aprender esse ponto.

Agora sem mais delongas, vamos logo saber sobre alimentação para gatos filhotes.

Alimentação para gatos filhotes

Recém nascido

O neném acabou de nascer e a primeira dúvida que surge é: o que dar para alimentar um gato recém nascido? É um questionamento plausível, a gente fica meio ansioso, mas é mais simples do que parece.

É sério? Sim! Vamos lá com o raciocínio: felinos são mamíferos, certo? Então, em um primeiro momento, a alimentação para gatos filhotes é simplesmente o leite materno.

Portanto, muitas das vezes, é um processo natural da espécie. A mamãe gata vai dar de mamar para a ninhada e você deve apenas acompanhar de longe de início.

O leite materno possui todos os nutrientes necessários para essa fase e a amamentação é muito importante para o comportamento do gatinho. É só deixar acontecer naturalmente hehe

Não atrapalhe essa etapa, ela é muito importante para a saúde do pequeno. Mais a frente falaremos sobre o momento do desmame e como fazer a transição e quais alimentos dar para gato filhote.

Ah, e não deixe de fazer uma consulta com o veterinário! Ele poderá acompanhar de pertinho a saúde dos gatinhos, avaliando se está tudo ok com ele. Qualquer questão específica, ele saberá te dizer o que fazer.

E se o gato for órfão?

Aí a situação fica um pouco mais complicada. Se você resgatar algum gatinho órfão, vai precisar de cuidados e um suporte especial.

A boa notícia é que existem leites substitutos para essas situações que possuem os nutrientes necessários. Eles são vendidos em pet shops comuns então não precisa se desesperar, existe essa solução 🙂

Principalmente nesse caso, entre em contato com um veterinário. Dependendo de como for, ele pode até buscar os gatinhos para cuidar no consultório. Isso se dá porque, além da alimentação, são muitos pontos que deve se atentar.

Substituir o papel materno é uma responsabilidade enorme e por causa disso se trata de uma tarefa bastante árdua. O apoio de alguém especializado é essencial.

Se tiver interesse sobre esse tema, o guia completo de como cuidar de gatinhos recém nascidos ou órfãos pode ser um estudo bacana para você. 

São 12 capítulos que te auxiliam nesse processo, falando o que fazer de forma bem explicativa. Curtiu? Clique aqui e saiba mais 😉

Lembrando que o e-book também é apenas um complemento, não substituindo a consulta veterinária.

A partir de 6 semanas

Bom, o desmame costuma acontecer depois de 6 semanas. É aí que você deve começar a introduzir a alimentação para gatos filhotes.

É uma transição gradual, não brusca. Os primeiros passos são de alternância entre o leite materno e os alimentos que você irá oferecer. 

Uma outra alternativa de como dar comida para gato filhote, é iniciar misturando uma ração à água morna ou leite.

Também ocorre de forma bastante natural, sem muito mistério ou dificuldades. Se passar por alguma reação adversa com os gatinhos durante essa etapa, busque ajuda.

Tipos de alimentos para gatos filhotes

Agora que já falamos sobre como dar a comida, é hora de pular para a questão de qual alimento dar para filhote de gato. Para isso, é importante entender as necessidades específicas desses animaizinhos.

Como estão em fase de crescimento, precisam de certos nutrientes e vitaminas que dão energia e fortalecem seu organismo. Como por exemplo:

  • Proteínas
  • Vitamina A
  • Vitamina B
  • Ácido Fólico
  • Ácido Pantotênico
  • Arginina
  • Taurina
  • Minerais

Por isso é importante ter uma alimentação voltada para gatos filhotes, entende? Tem que ter uma atenção redobrada. Mas também não é nenhum bicho de sete cabeças, pode ficar tranquilo haha.

Existem diversas opções de rações no mercado, muitas delas para felinos de até 1 ano. Essas devem ser a sua preferência nesse momento. A quantidade a oferecer depende da marca que você tiver, então alinhe isso com o médico do seu crush pet.

Além disso, há a opção de alimentação natural para gatos. Essa é uma vertente que busca fornecer os alimentos mais similares possíveis com o que o gatinho encontraria na natureza. Sendo então um caminho mais orgânico, digamos assim.

Ela pode ser interessante, só que requer bastante cuidado e disciplina. Ainda mais quando se diz respeito à alimentação natural para gatos filhotes. Você precisa conversar muito com o veterinário e ver quais as indicações dele.

Se for para seguir esse caminho, é preciso ter responsabilidade. Caso tenha interesse, temos um conteúdo que fala sobre ração ou alimentação natural: prós, contras e a resposta.

Precauções

Por fim, para falar de alimentação para gatos filhotes precisamos passar no que não deve dar. 

Se você for adepto da ração, não dê aquelas que são para gatos castrados ou adultos. Cada tipo contém os nutrientes balanceados para a fase específica do gatinho. 

Muito provavelmente não fará mal para ele de cara, mas não será ideal para a dieta do filhotinho. Sendo assim, evite essa situação para que seu nenê seja saudável.

No vídeo abaixo do canal Carol Cats, você confere uma explicação detalhada sobre essa questão:

Se você estiver ponderando uma alimentação natural, não é sobre dar restos da sua comida. Esse é um hábito que deve ser evitado em qualquer fase do gato, mas principalmente quando é filhote.

Dessa forma você impede que se crie o hábito nele de comer ou ficar pedindo os restos da nossa comida. O organismo dos felinos é diferente do nosso, então não dá para ele comer o que a gente come.

Temos um post só com os alimentos tóxicos para gatos. Lá você confere uma lista com comidas que são nocivas para os bichanos e que você deve evitar oferecer.

Frisando mais uma vez: se quiser seguir para a AN, converse com o profissional e faça uma dieta equilibrada e correta.

Curtiu nossa conversa sobre alimentação para gatos filhotes?

Conta para a gente nos comentários! Ah, não esqueça: se você gosta desse tipo de conteúdo, vale a pena conferir o guia completo de como cuidar de gatinhos recém nascidos ou órfãos.

Aproveita que chegou até aqui e dá uma olhada no nosso post sobre como dar banho em gato. Essa tarefa pode se fazer necessária em algum momento e ser um tanto desafiadora, mas relaxa que nossas dicas te ajudam nela 😉

Crush Pets
  • Crush Pets é um Blog para todos os amantes de Pets. Seja cachorro, gato, tartaruga, furão, peixe... tanto faz! Aqui juntamos a comunidade e falamos sobre como cuidar dos animais que amamos 😉

ARTIGOS RELACIONADOS

POSTS FRESQUINHOS

- Advertisement -